HOME
BLOG
CULINÁRIA
NOTÍCIAS
SHOP
VÍDEOS
NOTÍCIAS: / Brasil / Celebridades / Economia / Esporte / Mundo / Política / Tecnologia

Em novo áudio, delatores da JBS comemoram acordo e dizem que PGR queria acabar com PMDB

Assuntos Relacionados:
| JBS | PSDB | Aécio Neves | Joesley Batista | delação premiada


Prestes a fechar o acordo de delação premiada que lhe rendeu imunidade penal, Joesley Batista entrou no carro entusiasmado com a negociação com os procuradores da PGR (Procuradoria-Geral da República).

Pretendia amanhecer o dia seguinte em Nova York.

O ânimo do empresário está registrado em uma conversa resgatada do gravador do sócio da JBS, divulgada nesta sexta (29) pela revista Veja. O áudio sugere que ele havia acabado de entregar as gravações que fez do presidente Michel Temer (PMDB) e do senador Aécio Neves (PSDB).


Nessa nova peça, Joesley está no carro, a caminho do aeroporto, conversando com os advogados, Fernanda Tórtima e Francisco de Assis e Silva, e o executivo Ricardo Saud.

Os três avaliam a reação dos procuradores (eles gostaram, querem evitar o máximo mostrar que gostaram, mas a pressa deles mostra, diz Tórtima; eles gostaram pra cacete, opina Silva), especulam sobre o futuro e os efeitos da bomba que tinham acabado de soltar.

Também sugerem ter mais gravações, além das feitas por Joesley, que escolheram ocultar dos investigadores.

Você [Saud] quase pisou na bola, falou que gravou. Cai fora. Deixa só eu gravando, diz o empresário a seu funcionário.

Sorte que não encompridou [sic] a conversa. Deixa que sou eu porque aí, pronto. Um filho da puta de plantão e acabou, disse o empresário.

No final do áudio, de cerca de meia hora, Joesley diz que tem que abastecer o carro. Murmura: Quatro horas e quarenta de gravação. Não contava que viriam a público os registros que iriam comprometem os benefícios legais, como a imunidade penal, que acordaram com a Justiça.

O acordo de delação dos empresários suspenso pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no início de setembro. Joesley e seu irmão, Wesley Batista, estão presos na carceragem da PF (Polícia Federal) em São Paulo.


Super Oferta

HashFlare