HOME
BLOG
CULINÁRIA
NOTÍCIAS
SHOP
VÍDEOS
NOTÍCIAS: / Brasil / Celebridades / Economia / Esporte / Mundo / Política / Tecnologia

Gabriel é punido por gesto em clássico e desfalcará Corinthians

Assuntos Relacionados:
| Corinthians | futebol | São Paulo | jogo


/ Esporte / Futebol

O volante Gabriel terá de cumprir dois jogos de suspensão por conta dos gestos obscenos no clássico entre São Paulo e Corinthians, em 24 de setembro, no Morumbi.

O jogador foi julgado nesta segunda-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O departamento jurídico do clube não entrará com recurso, uma vez que o jogador pegou a pena mínima e é réu confesso.

Desta forma, Gabriel desfalcará o Timão diante de Coritiba e Bahia, pelas 27ª e 28ª rodadas do Brasileirão. Camacho, Marciel e Fellipe Bastos são opções do técnico Fábio Carille para substituí-lo. Paulo Roberto também é uma alternativa, mas ainda se recupera de lesão na coxa e é dúvida para a próxima partida, quarta-feira (dia 11). A expectativa é que volte aos treinos nesta semana.

Veja Também
Presidente do Fluminense se nega a vender Dourado para o Corinthians
Ronaldinho Gaúcho revela que gostaria de ter jogado no Corinthians
Corinthians vence o Flu de virada e é campeão brasileiro
ONG condena exportação pelo Brasil de bombas usadas contra civis no Iêmen
STJ indefere mandado de segurança do Vasco contra resultado de eleição

O camisa 5 corintiano, que esteve no tribunal e prestou depoimento, foi enquadrado no artigo 258 por assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva. A pena máxima era de seis partidas.

Gabriel fez os gestos obscenos na comemoração do gol do empate da equipe e foi flagrado pelas câmeras de TV. Junto de outros reservas, ele se voltou para as arquibancadas e fez algumas provocações. Depois, o atleta se desculpou em entrevistas e nas redes sociais.

Para o duelo contra o Coxa, Carille também não poderá contar com o lateral Fagner e atacante Romero, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Também julgado nesta segunda, o volante Maycon foi absolvido. Ele foi denunciado por ato desleal ou hostil por conta de pisão em Petros também no Majestoso e poderia pegar gancho de três partidas. Logo na preliminar do julgamento, porém, a denúncia foi recusada, uma vez que foi entendido que o árbitro viu o lance e fez sua avaliação no campo de jogo.


Super Oferta

HashFlare