HOME
BLOG
CULINÁRIA
NOTÍCIAS
SHOP
VÍDEOS
NOTÍCIAS: / Brasil / Celebridades / Economia / Esporte / Mundo / Política / Tecnologia

Macacos aparecem mortos em cidades do Sul de Minas Gerais



/ Brasil / Saúde

Macacos apareceram mortos no último fim de semana nos municípios de Três Corações (MG) e Guaranésia (MG), no Sul do Estado.

O receio é de que estejam infectados com a febre amarela, e amostras foram encaminhadas para exames na Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte. As cidades também iniciaram um trabalho intenso de vacinação junto aos moradores das áreas afetadas.

Após os casos de óbito por febre amarela - inclusive em humanos -, a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais resolveu também tomar uma série de medidas. O aparecimento de casos suspeitos da doença é monitorado e a vacinação foi intensificada. A secretaria informou ainda que tem emitido alertas e realizado reuniões para discussão da situação com as regionais de saúde e municípios do estado.

O último caso humano confirmado de febre amarela em Minas Gerais foi no dia 9 de junho de 2017. Em relação aos primatas, as notificações de mortandade continuam ocorrendo no estado, e os municípios de Gonçalves (MG) e Lagoa Dourada (MG) estão entre os que tiveram animais coletados nas últimas semanas.

Vacina

De acordo com a Secretaria de Saúde, atualmente a estimativa da cobertura vacinal acumulada de febre amarela em Minas Gerais entre os anos de 2007 e 2017 é de 80,64%, com uma estimativa de 3.843.407 pessoas não vacinadas. Mas todos os municípios mineiros possuem recomendação de vacina e a meta é imunizar 95% dos moradores.


Sintomas da Febre Amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por vetores. Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos.

As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela.


Super Oferta

HashFlare