HOME
BLOG
CULINÁRIA
NOTÍCIAS
SHOP
VÍDEOS
NOTÍCIAS: / Brasil / Celebridades / Economia / Esporte / Mundo / Política / Tecnologia

NASA encontra sistema planetário parecido com o nosso com ajuda da AI



A NASA descobriu um sistema semelhante ao nosso, com oito planetas orbitando uma estrela, a 2.

545 anos-luz de nós, com a ajuda da inteligência artificial (ou artificial intelligence — AI), em uma parceria com a Google. O feito histórico aconteceu com o uso de um laboratório quântico, com os dados recolhidos pelo observatório espacial Kepler, o caçador de exoplanetas.


Para chegar a esse resultado, os investigadores Christopher Shallue e Andrew Vanderburg treinaram um computador para aprender a identificar exoplanetas através da mudança de luminosidade emitida por uma estrela quando um astro passa à sua frente, o chamado método de trânsito. E não pense que isso foi fácil: a dupla ensinou a rede neural a identificar 15 mil sinais enviados por exoplanetas em movimento.

Nos primeiros testes, o autômato conseguiu identificar os astros e sinais positivos em 96% das vezes e a cada aula o reconhecimento foi se desenvolvendo, ficando mais refinado. Depois de ser bombardeado por emissões fracas vindas de 670 sistemas — onde havia a certeza de existência de alguns planetas — ele descobriu o Kepler-90i, o oitavo do conjunto Kepler-90.

Descoberta é um planeta rochoso e quente

O oitavo planeta do sistema Kepler90 é um corpo celeste rochoso 30% maior do que a Terra e extremamente quente, com temperaturas próximas a 427º na superfície — algo próximo do que pode ser encontrado em Mercúrio. Ele orbita sua estrela em 14,4 dias.


É uma mini versão de nosso sistema solar. Tem planetas pequenos no interior e grandes no exterior. Só que tudo está espremido para perto da estrela, explica o astrônomo Andrew Vanderburg. Além desse sistema solar, a AI também encontrou um sexto planeta no Kepler-80, o Kepler-80g, que tem o tamanho semelhante ao da Terra.


Super Oferta

HashFlare